sábado, 20 de fevereiro de 2010

Egito - Uma dádiva do Nilo

"Para Heródoto, o Egito era uma dádiva do Nilo. A afirmação do antigo historiador grego nascido no século V a.C. se deve ao fato da civilização egípcia estar localizada em uma região desértica complicada para a fixação do homem e a formação de cidades."

Além das áreas verdes que cobrem a encosta do Rio, só resta o Saara. É no período das cheias que as águas do Nilo fertilizam sua margem e tornam possível a agricultura em pleno deserto. Às margens do rio a civilização egípcia cresceu e prosperou.

Para Heródoto, o Egito era uma dádiva do Nilo. A afirmação do antigo historiador grego nascido no século V a.C. se deve ao fato da civilização egípcia estar localizada em uma região desértica complicada para a fixação do homem e a formação de cidades.
A terra fértil possibilitou a estabilização do homem na região, criando condições favoráveis para a formação de uma grande civilização. A importância do Nilo não era apenas econômica, pois o rio também um grande papel religioso. Além de seu desenvolvimento em pleno deserto, os egípcios tem grande contribuição para à medicina moderna. Segundo registros, eles desenvolveram mais de 800 procedimentos médicos, 600 drogas e, apesar de não haver anestesia, eles realizavam pequenas cirurgias, como a remoção de tumores e cistos, usando diversos instrumentos. Seus conhecimentos sobre órgãos e circulação também eram avançados para a época.
Outra característica marcante desta antiga civilização são as grandes construções e obras arquitetônicas. Estas ainda deixam grandes arquitetos e engenheiros atônitos e são um dos maiores mistérios para a civilização moderna.
Atualmente, a civilização egípcia fascina pesquisadores e leigos devido aos seus mistérios e complexidades. O que dizer das gigantescas pirâmides que impressionam a todos? A vida dos sacerdotes também instiga diversos pesquisadores e muito ainda tem por se descobrir. O avanço dos estudos sobre os hieróglifos tem nos dito muito sobre a cultura, religião e estratificação da sociedade egípcia. Com explicar o fascínio deste povo pela vida após a morte? Este é um assunto fadado a infinidade e é isso que o torna atrativo, pois muitas podem ser as discussões e interpretações sobre o tema. Quer saber um pouco mais sobre o Egito Antigo?? Visite o site da Dicovery que trata dessa complexa civilização:

http://www.discoverybrasil.com/egito/brasil_dc_egito_home/index.shtml

Imagem: A esfinge de Gizé, com a pirâmide de Quéfren ao fundo.
Link: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/civilizacao-egipcia/esfinge2.php

13 comentários:

  1. texto bem completo .. esclarece bem as duvidas ........

    ResponderExcluir
  2. esclarece bem as duvidas ........

    ResponderExcluir
  3. ajuda a complementar bastante.

    ResponderExcluir
  4. O Nilo foi a grande dádiva para os egípcios eis que sempre albergou a sobrevivência pela agricultura desenvolvida em suas margens!

    ResponderExcluir
  5. O Nilo foi a grande dádiva para os egípcios eis que sempre albergou a sobrevivência pela agricultura desenvolvida em suas margens!

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. eu amo sexo egito e seus calores juntos com sua estoria e as decaptacoes publicas nas rua que sao muito divertidas amo isso negocio das arabias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu tambem no egito e mas gostoso fazer sexo au arlivre

      Excluir
  8. OS egípcios era um povo capaz de construir as mais incríveis obras de engenharia como as piramides de realizar processos tao complexos quanto a mumificação e as cirurgias na cabeça!

    ResponderExcluir